Junho Lilás | #TesteDoPezinho

O Junho Lilás é uma campanha que pretende dar visibilidade ao teste do pezinho. Para reforçar a importância desse diagnóstico no prazo correto, nesta quinta-feira (6/6) comemora-se o Dia Nacional do Teste do Pezinho. Com apenas algumas gotas de sangue coletadas do calcanhar dos recém-nascidos é possível diagnosticar precocemente seis doenças congênitas ou hereditárias – fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, doença falciforme (hemoglobinopatias), fibrose cística, hiperplasia adrenal congênita (HAC) e deficiência de biotinidase.

Em 2018, 92% das cerca de 140 mil crianças nascidas no Estado fizeram o teste do pezinho. Desses, mais de 80% foram através do SUS.

Como é feito o exame

O exame consiste na retirada de gotas de sangue do calcanhar do bebê. Por ser uma parte do corpo rica em vasos sanguíneos, o material pode ser colhido através de uma única punção, rápida e quase indolor.

Quando fazer?

A coleta deverá ser feita preferencialmente entre o 3° e 5° dia de vida e sempre após 48 horas da primeira amamentação/alimentação do recém-nascido. Não há impedimento para as crianças que passarem do prazo indicado, porém quanto mais cedo realizarmos a coleta mais precocemente será iniciado o tratamento dos pacientes afetados

Um simples teste, que pode salvar vidas! <3

Fonte: Portal Governo RS

 

Confira nossos últimos post para ficar por dentro de tudo que rola aqui no blog da Nasce.

Meu bebê não dorme, e agora?

Você conversa com o seu bebê?